Você já deve ter visto o post como criar uma PBN certo? Agora vamos nos aprofundar na configuração de um PBN para você não deixar footprints.

Vamos começar com todas as pegadas que você precisa evitar e terminar com um guia passo a passo sobre como hospedar seu site PBN.

#1 Evite uma hospedagem ruim

Esta é normalmente a pegada mais comum que vemos. Você deseja evitar hospedagem compartilhada, hospedagem VPS ou, pior ainda, hospedagem PBN a todo custo (que óbvio né).

Geralmente recomendamos obter uma única conta por PBN de empresas de hospedagem em nuvem confiáveis, como:

  • Digital Ocean
  • Vultr
  • Linode
  • Cloudways (hospedagem DO/Vultr gerenciada)

Com esses provedores, você pode obter IPs de classe A, B e C verdadeiramente exclusivos e dedicados para cada um dos seus sites PBN.

💡
Lembre-se que você terá que criar uma conta com um CPF diferente para cada uma das hospedagens.

Indiquei essas hospedagens porque normalmente um IP é dividido em 4 blocos, nomeadamente AAA.BBB.CCC . DDD. E não queremos hospedar nossa PBN em servidores da mesma classe C e também não queremos que nossos PBNs sejam hospedados em nenhum outro site.

Foi assim que grandes redes foram desindexadas no passado.

Então, queremos evitar isso a todo custo!

Em vez disso, queremos que nossa PBN seja hospeda em blocos A, B e C diferentes, assim:

  • PBN SITE A hospedado em IP 45.58.9.22
  • PBN SITE B hospedado em IP 69.85.223.214
  • PBN SITE C hospedado em IP 138.195.192.21
  • etc…

Dessa forma ao optar por hosts em nuvem, você pode obter esse nível de diversidade de IP sem deixar pegadas virtuais. É definitivamente mais caro do que outras opções de hospedagem disponíveis.

#2 Não use ESSAS hospedagens para PBN

  • Hospedagem compartilhada: como HostGator, Siteground etc. Embora você possa se esconder à vista de todos (por assim dizer), o dimensionamento e o gerenciamento de hospedagem compartilhada para PBNs é um pesadelo absoluto, pois você precisa de um plano de hospedagem separado para cada PBN. Não é economicamente viável.
  • Hospedagem VPS: nem fudendo!

#3 Registradores ruins

Não registre todos os domínios na mesma data e NÃO use provedores dropcatch. Podemos recomendar Dynadot, Name, Namesilo, GoDaddy.

Cada domínio em um CPF diferente, em uma registradora diferente e em dias diferentes, ok?

#4 Sem Whois

Em tempos de GDPR e preocupações com privacidade, isso é mais um privilégio do que uma pegada.

É totalmente gratuito com a maioria dos registros hoje em dia e altamente recomendado.

Não ter um WhoIs privado provavelmente deixa uma pegada maior, então procure domínios: com tld .com

#5 Servidores de nomes personalizados

As hospedagens que mencionamos acima oferecem a opção de usar suas redes DNS. Isso significa que você pode usar seus servidores de nomes, por exemplo:

ns1.digitalocean.com, ns2.digitalocean.com etc.

Esses servidores de nomes são usados ​​por centenas e milhares de sites e aplicativos, então você se integrará perfeitamente a eles. Não recomendamos o uso de servidores de nomes personalizados.

#6 Bloqueando rastreadores

Se você sabe como Ahrefs, Semrush e Screaming frog funciona, não faz sentido bloquear bots via .htaccess. Além disso, quantos sites reais bloqueiam esses rastreadores? Certo. Então, por que você faria isso, se mais de 80% de todos os sites não o fazem?

Em nossa opinião BLOCKING é a verdadeira pegada digital, especialmente quando você usa plugins como spiderblocker.

#7 Crie PBNs exclusivos

Ter o mesmo layout feio para todos os seus PBNs certamente deixará uma grande pegada. Imagine só usar o tema neve para todos os seus sites de PBN kkkkkk

Tema simples e gratuito, posts completos na página inicial e sem nenhuma customização, é uma enorme footprints.

#8 logotipo personalizado e um layout personalizado

Cada PBN deve ter um logotipo personalizado e um layout personalizado (menus, imagens, design, etc.).cHoje, o uso de construtores de páginas torna tudo muito fácil, sem deixar muita pegada.

Você realmente só precisa do tema Elementor Pro + Astra/Hello/OceanWP; Divi e/ou GeneratePress+GenerateBlocks para construir centenas de sites exclusivos. Você também pode investir em 4 a 5 dos temas mais vendidos da Themeforest para obter mais diversidade.

Sim, diversifique entre temas comprados e temas gratuitos para diminuir o custo.

Além disso, todos eles devem ter páginas obrigatórias como sobre nós, entre em contato conosco, política de privacidade, termos e condições, política de cookies, etc.

Sua PBN deve estar em conformidade com o GDPR, isso é obrigatório hoje em dia e não tê-las em seus PBNs deixará uma certa pegada (embora não tão grande).

É altamente recomendável tentar criar sites que pareçam únicos e que se assemelhem a sites reais.

#9 Use conteúdo exclusivo

Nunca, jamais usamos conteúdo raspado e lixoso. O ideal é você contratar uma redatora boa para sua rede PBN.

Hoje em dia o algoritmo é muito inteligente.

Outro ponto sobre conteúdo: pegar conteúdo parecido com outro site pode violar de direitos autorais. Também não use imagens sem direitos autorais, use imagens gratuitas do Pixabay ou Pexels.

#10 Crie backlinks para seus PBNs (opcional)

Sites reais perdem e ganham links o tempo todo. Portanto, é recomendável adicionar alguns links de nível 2 de qualidade à sua PBN. Isso não ajudará apenas seus sites PBN, mas também seu site de dinheiro.

Não é absolutamente necessário, mas é extremamente útil. É claro que ficará mais caro manter sua rede assim!

#11 Use links internos em seus PBNs.

Sites reais têm MUITOS links internos. Eles não apenas podem ajudar a passar links das páginas internas para a página inicial (e vice-versa), mas também podem ajudar a criar relevância de tópico para todo o site PBN.

Definitivamente recomendado!

#12 Ignorar GA/GSC

Não use Google Analytics ou Goolge Search em seu domínio PBN. Esse é um puta footprints.

#13 Use o redirecionamento interno corretamente.

Alguns sites têm mais links apontados para a versão raiz (não www). Alguns sites têm mais links apontados para www. versão. Certifique-se de saber qual você deseja usar e redirecione a outra variante.

Caso contrário, você poderá experimentar resultados desanimadores.

#14 Reconstruir as páginas internas

Reconstrua as páginas internas que possuem links apontados para elas com exatamente a mesma estrutura de URL e adicionar conteúdo novo àquelas com links internos para a página inicial.

#15 Diga não ao CloudFlare

Simplesmente não é necessário.

Quem te diz que é super útil esconder pegadas, nunca fez um PBN em grande escala.

Você NÃO precisa disso, se sua hospedagem for bem feita.

#16 Diga sim ao SSL

Embora ainda existam muitos sites sem SSL, ele se tornou praticamente o padrão para novos sites. É totalmente gratuito com letsencrypt e definitivamente recomendamos adicioná-lo aos seus novos PBNs.

#17 Mantenha sua PBN atualizada

Mantenha seus sites PBN atualizados (temas + plugins) e adicione conteúdo não comercial de vez em quando.

Isso é apenas bom senso. Mantenha a manutenção em dia e use um bom plugin de segurança como o Wordfence.

#18 Redes sociais para PBNs

Crie algumas redes sociais para suas PBNs. Não é realmente necessário, mas torna o site mais legítimo.

Pense que tudo isso que falei cobre principalmente os footprints da sua PBN. Porque imagine sós e o Google punir sua PBN, o seu site de dinheiro também vai ser penalizado.

Mega risco né?

💪
Quer criar uma PBN profissional? Entre em contato com um Especialista SEO

Categorized in:

SEO,