Se você ainda tem dúvidas sobre SEO para ecommerce em pleno 2023, esse aqui é o texto certo!

Fizemos um compilado das 5 melhores estratégias para ecommerce.

Você pode aplicar em qualquer plataforma de ecommerce, mas é claro, que temos nossas preferidas (magento, vtex, woocommerce e shopify).

Você poderia deixar um like, mas queremos gerar polêmica na outra rede.

#1 Construa a autoridade do seu ecommerce

Primeiro gostaríamos de dizer, sim faça backlinks, porém quanto mais nichado melhor! Discorda? Para de ler agora!

A Moz uma das principais autoridades em SEO explica como os backlinks podem ajudar a impulsionar a visibilidade do seu site nos mecanismos de busca.

Pontos a considerar sobre autoridade com backlinks:

  • Os mecanismos de busca, como o Google, consideram os backlinks como votos de confiança de outros sites. Assim, quanto mais backlinks relevantes e de alta qualidade um site tiver, maior será a sua autoridade e classificação nos resultados de pesquisa.
  • Os backlinks também ajudam a aumentar a visibilidade do seu site. Quando outros sites relevantes e confiáveis ​​linkam para o seu conteúdo, isso gera tráfego direcionado ao seu site, o que pode resultar em mais visitantes e potenciais clientes.
  • Os backlinks podem ajudar a estabelecer sua marca como uma autoridade em seu nicho. Quando outros sites confiáveis ​​linkam para o seu conteúdo, isso demonstra que você tem informações valiosas e relevantes para compartilhar.

No entanto, é importante ressaltar que nem todos os backlinks são iguais.

Os backlinks de sites de alta autoridade e relevância têm mais peso e são mais valiosos para a classificação do seu site. É importante construir uma estratégia de backlinks de qualidade, buscando parcerias com sites relevantes, participando de guest posts e entre outras táticas.

Construa backlinks para ecommerce + contéduo

Seja com backlinks ou conteúdo, a autoridade do ecommerce é um pilar relevante para o google.

Não é atoa que o EAT virou EEAT, isso mesmo os gênios do google colocaram mais um “E” no update final de 2022. O novo E é de Experiência do Usuário.

O google EEAT diz para todos os analistas de SEO quais são os fatores de autoridade que as páginas de ecommerce devem ter para o algoritmo e para os usuários.

#2 trabelhe com EEAT a seu favor

Experience, Expertise, Authority e Trust, ou melhor, Experiência, Expertise, Autoridade e Confiança.

dicas de seo para ecommerce
Imagem retirada do site @seoinc

Como aplicar uma estratégia de autoridade do EEAT?

Pode parecer simplório, mas colocar aquele texto otimizado no topo ou no footer do ecommerce, ajuda do EEAT. Lembre-se, como temos a Experience sendo avaliado pelo google, a sua página já passa a ser mais condizente e relevante para o algoritmo.

Testando a eficiência do texto de SEO

O texto tem que servir para SEO e para o usuário.

É por isso que você precisa testar o texto, exato!

Use mapas de calor com hotjar:

seo para ecommerce
Imagem retirada do site @neliosoftware

Através do teste como mapa de calor, é possível ver se o texto performa bem. Sim, é possível nos pontos vermelhos as áreas mais quentes e de maior interação.

O texto é um grande pilar da estratégia de SEO, mas também deve ser pautado em atender o usuário. Em um dos casos mais recentes que tive de otimização, colocamos o conteúdo nas páginas de categorias, e uma delas tinha uma taxa de mais de 50% de saída para o menu.

Os usuários entravam naquela página e não encontravam o que queria e saiam, observamos a seção do menu que eles acessavam quando iam para aquela páginas, e colocamos um texto adicional e uma vitrine para chamar a atenção do usuário.

Resumindo, através do teste que fizemos, criamos uma página para auxiliar na conversão de mais 50% dos usuários que passavam por ali.

#3 SEO de imagens e Otimize

Comece padronizando o formato das suas imagens, ou é tudo JPG ou tudo WEBP.

O formato WebP é uma tecnologia mais recente desenvolvida pelo Google. Ele oferece uma compressão ainda mais eficiente do que o formato JPG, o que pode resultar em arquivos de imagem ainda menores.

Particularmente sempre decido pelo formato JPG em todos os projetos, vejo que tenho melhores resultados de indexação.

Como otimizar imagens depois de subir no ecommerce?

Após subir as imagens em um e-commerce, existem algumas estratégias que você pode seguir para otimizá-las e melhorar o desempenho do seu site.

  1. Redimensione as imagens: Verifique se as imagens estão no tamanho adequado para exibição no site. Imagens excessivamente grandes podem aumentar o tempo de carregamento da página. Use ferramentas de edição de imagens para redimensionar as imagens antes de fazer o upload.
  2. Comprima as imagens: Use ferramentas de compressão de imagens para reduzir o tamanho dos arquivos sem comprometer muito a qualidade. Isso ajudará a reduzir o tempo de carregamento da página. Existem várias ferramentas online gratuitas, como o TinyPNG e o Compressor.io, que podem ajudar nesse processo.
  3. Utilize formatos de imagem otimizados: Escolha o formato de imagem mais adequado para cada tipo de imagem. Por exemplo, para fotografias, o formato JPG geralmente oferece uma boa relação entre qualidade e tamanho de arquivo. Para gráficos e ícones com cores sólidas, o formato PNG pode ser uma opção melhor. O formato WebP também pode ser considerado para obter uma melhor compressão em navegadores compatíveis.
  4. Otimize os atributos ALT e TITLE: Certifique-se de adicionar atributos ALT e TITLE às imagens. Os atributos ALT fornecem uma descrição textual para as imagens, ajudando nos mecanismos de busca e na acessibilidade. O atributo TITLE pode ser usado para fornecer informações adicionais sobre a imagem quando o usuário passa o mouse sobre ela.
  5. Organize as imagens em pastas: Mantenha as imagens organizadas em pastas específicas para facilitar a gestão e o acesso. Isso também ajuda na otimização do SEO.
  6. Utilize CDN: Considere utilizar um Content Delivery Network (CDN) para entregar as imagens de forma mais rápida. Um CDN armazena as imagens em servidores distribuídos globalmente, reduzindo a latência e melhorando o tempo de carregamento.

Reotimize as imagens de produtos

Reotimizar imagens não necessariamente resultará em perda de tráfego. Na verdade, uma otimização adequada de imagens pode ajudar a melhorar o desempenho do seu site, o que pode ter um impacto positivo no tráfego.

Quando você otimiza imagens, reduzindo o tamanho do arquivo e melhorando a velocidade de carregamento da página, isso pode resultar em uma experiência de usuário melhor.

Os visitantes tendem a abandonar um site se ele demorar muito para carregar, e isso pode levar a uma alta taxa de rejeição e a uma diminuição no tráfego. Portanto, otimizar as imagens pode ajudar a evitar esse problema.

Lembre-se de que cada plataforma de e-commerce pode ter recursos e opções específicas para otimização de imagens. Consulte a documentação da plataforma que você está usando para aproveitar ao máximo essas funcionalidades.

#4 seo programático nos filtros do ecommerce

O grande responsável por trazer a cauda longa para as palavras-chave são os filtros, isso porque, e uma boa estrutura de filtros têm a característica dos produtos.

Mas, geralmente, a página de filtros não possui texto, se você trabalhar em conjunto com o desenvolvedor do seu ecommerce pode pedir para que se crie textos para cada página de filtro, essa é uma aplicação de SEO programático que te trará milhares de palavras-chave e tráfego orgânico.

#5 linkagem interna entre as categorias

Não comece otimizando produtos e sim categorias, crie categorias fortes e subcategorias fortes.

A melhor estratégia para ecommerce tem sido o topic cluster, criação de textos interligados entre categoria e subcategorias. A estratégia de tópicos em cluster é altamente eficaz para melhorar o SEO do seu site.

estratégia de seo para ecommerce
Imagem retirada do site @ahrefs

Isso porque ao criar um conteúdo abrangente e interligado em torno de um tópico central, sua categoria, você está sinalizando aos mecanismos de busca que seu site é uma autoridade nesse assunto.

Como falamos, trabalhar o conteúdo para EEAT é fundamental, mas ele deve ser trabalhado interligado. As linkagens internas entre categoria e subcategoria podem levar a melhores classificações nos resultados de pesquisa e a um aumento no tráfego orgânico.

Considerações finais

Divulgue nosso conteúdo e se quiser saber mais sobre SEO para ecommerce fale conosco!

Categorized in:

SEO para E-commerce,